“Momento-chave”, resume Bruno Savignani sobre maior período fora de casa na temporada

0
47
Foto: Brito Junior/UniCEUB

Seis dos últimos oito jogos da fase de classificação como visitante. Contra o Pinheiros, o UniCEUB/BRBCARD/Brasília inicia o maior período de partidas distante da torcida na primeira fase do NBB. O duelo ocorre nesta quarta-feira (22), às 19h30, no ginásio Henrique Villaboim, capital paulista.

Não faltaram avisos e alertas sobre os próximos desafios. Após todos os treinos, o técnico Bruno Savignani reuniu os jogadores no centro da quadra. Na conversa, frisou sobre a importância de se manter na liderança da fase de classificação. Ficar em primeiro se traduz em avançar direto para as quartas de final, além de ter vantagem no mando de campo até uma possível final.

“É o momento-chave do campeonato. Nós temos pretensão de terminar a fase classificatória em primeiro. E a maneira como vamos encarar esses próximos jogos é fundamental. Cada partida é uma final, cada lance é importante. Nossa concentração precisa estar alta para neutralizar todos os adversários. O objetivo é permanecer no topo”, avaliou Savignani.

Admirador de Pep Guardiola e leitor das biografias sobre o espanhol, Bruno Savignani pode tomar o técnico do Manchester City como inspiração. Guardiola afirma que um título “se ganha nas últimas oito rodadas e se perde nas oito primeiras”. Exatamente o mesmo número de jogos que restam aos brasilienses na primeira fase.

Para evitar uma possível ansiedade no elenco nesta reta final, o comandante do Time de Lobos repete o bordão que virou marca desde que assumiu a equipe: “Pensar jogo a jogo”. Dos próximos oito adversários, os brasilienses encaram concorrentes diretos pelo G4, como Bauru, Flamengo e Mogi das Cruzes.

“Digo aos jogadores que não podemos ficar pensando lá na frente. Nosso foco agora é todo contra o Pinheiros, vamos estudar todos os pontos fortes deles e fazer uma boa partida”, resumiu o técnico.

Vencer o Pinheiros em São Paulo vai ajudar o UniCEUB/BRBCARD/Brasília a melhorar o aproveitamento fora de casa. Os brasilienses venceram cinco de oito partidas longe do DF (62,5% de aproveitamento), e têm a quarta melhor campanha como visitante. No papel de mandante, o número é ainda melhor: dez vitórias em 12 jogos (83,3%).

Artilharia
O adversário desta quarta-feira tem o terceiro melhor ataque da competição, com média de 81,5 pontos por jogo. O ala Holloway desponta como o quinto maior cestinha do NBB, com 18 pontos por confronto.

“Pinheiros fez um primeiro turno muito bom, é uma equipe muito ofensiva. Temos que estar atentos para não deixar o ataque deles jogar no padrão que estão acostumados e diminuir o número de rebotes deles”, explicou Savignani. Os paulistas estão em terceiro lugar no ranking de rebotes do campeonato, com 38 por jogo.

O UniCEUB/BRBCARD/Brasília é o líder do NBB, enquanto o Pinheiros ocupa a sétima colocação. No primeiro turno, o UnICEUB/BRBCARD/Brasília venceu o Pinheiros por 96 a 80 no ginásio da AsCEB.

Com informações da assessoria de imprensa

NO COMMENTS