Gama segue invicto no Candangão

0
54

Pela abertura da segunda rodada da primeira fase do Candangão 2017, um público de mais de duas mil pessoas presente no Bezerrão viu uma bela partida de futebol para embalar a noite de sábado. Santa Maria e Gama fizeram um jogo movimentado, com várias chances de gol para os dois lados. No fim das contas, melhor para o Alviverde, que venceu por 2 x 1, jogando na condição de visitante dentro do seu estádio.

O Gama mandou no primeiro tempo. Já começou a partida pressionando o Santa Maria e logo aos nove minutos de jogo, Jeferson Paulista recebeu bola na área e bateu de esquerda para abrir o placar, 1 a 0 Gama.

O primeiro chute a gol do Santa Maria só veio aos 20 minutos, com Marlos. Mesmo na frente no marcador, o Gama continuava atacando sem dar chances a Águia.

Aos 42 do primeiro tempo, um fato curioso. O técnico do Gama, Reinaldo Gueldini, decidiu substituir o autor do gol, Jeferson Paulista. Ao fim da etapa, Gueldini explicou a entrada Guilherme no lugar de Jeferson. “Pra puxar mais o contra-ataque. O Jeferson, infelizmente, perdeu quatro bolas, se sentiu abafado. Então, a gente tem que trocar. Não tem que esperar segundo tempo”, afirmou o treinador.

No segundo tempo, o Santa Maria voltou a campo para buscar o empate. O técnico Jairo Araújo deixou Chulapa no vestiário e colocou Fernandinho no jogo. Logo aos cinco minutos, Lucas Bocão arriscou chute de longe e acertou em cheio, deixando tudo igual no Bezerrão. Um golaço!

O placar não ficou igual por muito tempo. Aos 13 minutos, Baiano bateu escanteio e Rodrigo Bronzatti aproveitou falha da zaga do Santa para colocar o Alviverde de novo na frente, 2 a 1 Gama.

Para o goleiro do Santa Maria, Victor Brasil, houve um apagão da defesa no segundo gol do Gama. “Aconteceu que a gente dormiu, cara. Eu tava gritando, mas parece que eles estavam prestando atenção em posicionamento e acabou que ninguém soube o que fazer ali na área. Eles dormiram e o Baiano se aproveitou disso, bateu rápido, e não tem o que fazer”, lamentou o camisa 1.

Victor disse ainda que o erro não foi individual, mas sim geral. “Com certeza vai ser conversado. Isso não é um erro comum. Se não fosse aquele apagão geral que deu ali, teríamos saído com um ponto” afirmou. “Tudo que a gente não fez no primeiro tempo fizemos no tempo final. Estávamos conseguindo um bom resultado aqui, conseguindo envolver o Gama… O segundo tempo foi nosso. Agora precisamos trabalhar pra ficar mais atentos e não acontecer da próxima vez”, concluiu o goleiro.

A partida seguiu movimentada, com chances para os dois lados. Aos 40 minutos, houve um princípio de confusão entre alguns jogadores, mas nada que apagasse a boa atuação dos dois times. Placar final: Santa Maria 1×2 Gama.

Na próxima rodada, o Santa Maria enfrenta o Ceilândia, no estádio Abadião. Enquanto o Gama irá defender a liderança contra o Brasília, novamente no estádio Bezerrão.

Fonte: Esporte Candango

NO COMMENTS